Sobre | Artigos | O predicado impossível
Todo mal advém da ignorância?
Sócrates acreditava que o mal não tem existência própria
publicado em 30/05/2013 | # 19
'

Durante um bom tempo não consegui concordar nem discordar da tese de Sócrates de que ninguém que tenha conhecimento pratica o mal.

Li que o próprio Platão, mais tarde, acabou por discordar do mestre que não escrevia.

Agora, duas décadas depois, vejo que Platão pode ter tido seus motivos. Há uma espécie de mal que é um fenômeno totalmente separado da ignorância. As raízes desta espécie de mal têm caráter psíquico e não puramente racional ou cognitivo.

A menos que se identifique maldade com doença mental, o mal tem sim existência própria. Isso não significa necessariamente que o sujeito será mal para sempre.

Minha convicção não teve origem nos problemas lógico-filosóficos que a crença de Sócrates enfrenta, como talvez tenha sido o caso de Platão.

Convenci-me a partir de experiências de fato vividas. Uma em especial me serviu de gota d’água. Aconteceu há muitos anos, mas só agora consegui correlacionar a memória com a lógica que envolve o problema em análise.

Um garoto fazia armadilhas para prender passarinhos silvestres. Certa vez após a captura de um pássaro amarelado pedi a ele que o libertasse. Ao invés disso, ele o arremessou no chão com toda sua força.

Nenhum conhecimento do mundo poderia impedi-lo de exercer o sintoma de sua doença emocional, ou seria de sua maldade?

Ainda que o objetivo do garoto tenha sido causar um impacto nos humanos que estavam por perto, a simples desconsideração da dor que sofreria aquele pássaro – da qual tinha plena consciência - nos indica a existência de maldade e não de inocente ignorância.

Mas Sócrates tem razão em relação à outra espécie de mal. Aquele mal praticado por uma pessoa boa, ou potencialmente boa, e que vem mesmo da sua ignorância. Ou seja, o tipo de ato que se cura pelo conhecimento.

O conhecimento, dizem, não é prova de inteligência nem de sabedoria e, agora acho, nem de bondade.


voltar


Mais:
Sobre
Pro-Gol Rankings
Equilíbrio Distante
Equidistante
RXI - Raio-X ideológico
Tabulender(sem link ainda)

Citações:
Johann Wolfgang von Goethe:
Quem deseja ter razão, de certo a terá, com o mero facto de possuir língua.
Karl Marx:
Democracia é a estrada para o socialismo.
Mahatma Gandhi:
Não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho.
Adolf Hitler:
Torne a mentira grande, simplifique-a, continue afirmando-a, e eventualmente todos acreditarão nela.


Próximos posts:

Assunto: Reflexões sobre comportamentos nocivos à sociedade.Título provável:Indefinido.previsão: outubro/2015

Assunto: Convivência civilizada entre concorrentes. Diferenciando inimigos de adversários.Título provável:Carta aos meus inimigos.previsão: outubro/2015